segunda-feira, julho 30, 2012

2ª Edição da TV BRISALENTA


Para quem duvidava (eu inclusive) que o programa iria durar... saiu a segunda edição!!! Não com a qualidade do primeiro, lógico, ficou pior!!! Mas vamos trampando para chegar num nivel insuportável e enfim enterrarei a idéia. Kkkkk!

terça-feira, julho 24, 2012

Tv BRISALENTA


Pois é gente... sou brasileiro e não desisto nunca. Aqui mais um projeto que vai bombar nas redes sociais. A minha televisão!!!!! O meu programete feito às próprias custas, com os meus bonecos, minha camerazinha iluminado com abajour, desse jeito mesmo. Ainda não sei qual o público-alvo. Por enquanto eu atiro em quem passar na frente (que infâmia!!!)... talvez uma criançada esperta, nada bobinha. Quem sabe! Me ajude pessoal. Divulgue a iniciativa do velho Mia. E ajude a me livrar das garras dos editais governamentais! Help!

domingo, julho 22, 2012

LENDAS E MITOS SOBRE O TÍTERE


O BONECO É MELHOR QUE O ATOR:
Não sei por que ouço de alguns doutos palestrantes, habilidosos oficineiros, o argumento, como o disco de chocolate em letras douradas sobre a bomba de creme, arrematando o enumerado de vantagens do títere: ... alem do mais, o boneco faz o que seria impossível do ator fazer, voar, morrer várias vezes etc. Essas frases, repetidas muitas vezes, incitou uma análise atenta. De que forma o boneco seria melhor que o ator? Primeiro, gostaria de saber quem emitiu esse enunciado sem qualquer premissa. Pois, se a dramaturgia assim desejar, um ator seria impedido de falecer e ressucitar? Que seria de Peter Pan se um ator não pudesse ser suspenso no ar e na imaginação? Que seria do ator sem as asas da metáfora? Assim que conversa é essa de que um boneco transita no território da impossibilidade, muito mais que um ator? Talvez, o contexto dessa frase tenha sido mal interpretado e que contexto é esse não faço idéia. Pois um ator com habilidade de intérprete com o próprio corpo ou um títere, ou mesmo um objeto, é sempre ator.
QUAL É A MELHOR TÉCNICA?
Existe isso? Todos sabem que não. Mas de repente alguém deixa escapar que a luva é mais fácil, o fio é mais difícil. Eu por exemplo acho que fazer o que os Yang Fengs fazem é algo próximo de calcular o padrão de trajetória da caminhada de pombas ciscando pipoca num parque. Outros dizem que a manipulação direta, transversa é fácil; eu acho que não. A verdade é que, isso poucos admitem, existem artistas geniais, que interpretam, manipulam seus bonecos magistrais de tal forma inimitável!

segunda-feira, julho 16, 2012

FRIO NO INVERNO??? - COLD IN WINTER???


Os Hermanos Oligor estão morando no Brasil e ocuparam a cafeteria do Espaço Sobrevento, onde servem vinhos e tapas. Os Oligor apresentaram em 2011 As Atribulações De Virgínia, no mesmo espaço e em vários festivais no país com grande sucesso. O espetáculo/performance/evento acontecia num reduzido picadeiro com uma platéia apertada em uma arquibancada de um circo provavelmente projetado para ser armado em quintais... mas que coisa maravilhosa foi aquilo! Jomi Oligor o protagonizante do... daquilo no mais esplêndido dos sentidos, em conversa foi inquirido sobre um novo projeto. Jomi respondeu que sempre era cobrado por isso, mas que agora estava envolvido num sonho de recuperar uma casta de uva vinícula que estava em vias de extinção. Que satisfação em revê-lo com os vinhos engarrafados e acima de tudo prová-lo. Uma meia taça de um vinho denso, com tinta escura, sabor aveludado... ah, gostoso praca!!! Leia aqui, vc. que gosta de vinhos: VINHO CIENTRUENOS Como se numa escrivaninha de um escritório empoeirado do vinhedo alguns papéis, anotações em folhas de caderno pautado, dão conta de que uva é aquela. Uma foto mostra o parreiral abandonado, caules bulbosos, grossos, antigos que de repente lançam algumas hastes longas, como fios de cabelos saindo de um crânio calvo. Esse resgate de um dna, foi ouvido aqui e o vinho pode ser degustado no Espaço Sobrevento ou no D.O.M de Alex Atalla. No Sobrevento uma meia taça degustativa sai por entre R$6 e R$8, e a garrafa por R$60. No DOM eu não sei... Se vc. for ao Sobrevento nos finais de semana às 20h., agora em julho de 2012, poderá pagar para beber o vinho, e assistir gratuitamente O THEATRO DE BRINQUEDOS. Valle!
Espaço Sobrevento Rua Coronel Albino Bairão,42 Brás, São Paulo-SP A duas quadras da estação Bresser do Metrô, não se inquietem com a escuridão e a condição erma das ruas, é seguro por lá.
Alguns perguntarão por que tanta paixão de um ator bonequeiro por uma saga literária sobre marinha naval inglesa. Patrick o'Brien escreveu as aventuras do capitão Jack Aubrei e seu companheiro de jornada , o médico naturalista e espião da coroa inglesa Stephen Maturin. Não sei se justifica, mas acho que a mecânica de uma caixa cênica se compara às amarrações e cordame de um veleiro. Reparem nos cabos que seguram o urdimento num palco como são semelhantes às enxárcias, aqueles cabos que sobem até as velas dos navios. Acredito que a partir dessa engenharia toda a condução interpessoal do teatro assemelha-se aos comandos e tripulação de um navio. Vejam o gosto pelo butim incerto em busca do carregamento de ouro espanhol será, como no teatro acaba sendo a mesma razão que motiva um elenco a empreender a incerta jornada teatral! Odeio frio no inverno!!!
ENGLISHED The Oligor Brothers, a spanish theater group, are living in Brazil and occupied the coffe shop on Espaço Sobrevento in São Paulo. They offer in menu wine and tapas. The Oligor presented “Las Atribulaciones de Virginia” with great success with public. The show/play/performance/event are played for a audience together like sardines in a can, in a tight ring of a circus probably made for backyards... but what wonderfull thing was that!!! Jomi Oligor, the master in scene/player/performer was asked for a new show. He replyed he was always charged for it, but his new dream is to recover a 60 years old vine in their way to extinction. What satisfaction to find him again with the bottled wine and above all expectation, taste it. A half glass of a wine dense, dark... oh, very yummy! As a dusty office of a vineyard, some papers, notes in sheets of ruled notebook, describes about the grape. A photo shows the abandoned vineyard, bulbous stems, ancients, thicks, suddenly they cast some wires as a hair in a bald head. This rescue of a dna was heard here in Brazil and could be taste in Espaço Sobrevento or in Alex Atalla 's D.O.M., an expensive restaurant in São Paulo. In Espaço Sobrevento a half glass cost R$6 to R$8. In D.O.M., i don't know the cost. If you go to Sobrevento in weekends at 20h., now in July, 2012, you could buy the wine and enjoy a free puppet theater, THEATRO DE BRINQUEDOS. It worth!!! Espaço Sobrevento: Rua Coronel Albino Bairão, 42 – São Paulo-SP. Near two squares from Bresser METRO station. Don't be afraid of dark streets and some beggars, the street is pretty safe. Somebody ask why so much passion from a puppeteer to a book of about a old Royal Navy saga. Patrick Obrien wrote of adventures of Captain Jack Aubrei and his journey body, the physician, naturalist and Crown recruited spy, Stephen Maturin. Maybe this not justified but I guess the mecanic of scenic box of theater is very similar to teh rigging and ropes of a boat. The ropes that holds the screens and rods in stage are similar with riggings. I believe that as this engineering all directions and relationship in theater resembles with the commands and crew in ship. As like the taste for uncertain booty in search for shipment of Spanish gold, will be, as in theater the same greed that moves the cast to endeavor a uncertain theater journey. Cold in winter sucks!!!