quarta-feira, novembro 16, 2011

O EX- LIVREIRO DOADOR DE IDÉIAS

E nesta quarta pós feriadão a Cris Oliveira dá a dica da palestra do Zé Luiz Goldfarb...quem? O cara foi o dono da Livraria Belas-Artes!!!! Ele é um figura. Contou coisas da livraria e minha cabeça foi se esparramando de memórias, a Belas-Artes era passagem obrigatória das idas à avenida Paulista. Comprei muito álbum de histórias em quadrinhos, acho que foi lá que comprei O Mahabharata na versão do Jean Claude Carriére, da Brasiliense... Certa vez eu fui cambista e a grana que ganhei do ato contravencional eu torrei num "As Aventuras de HP e Giuseppe Bergman"de Milo Manara, sobre um cara comum, com todos os bias cognitivos, todos os erros de julgamento, que é contratado para viver uma AVENTURA que seria registrada pela empresa contratante; a história era da década de 80 ou 90, Big Brother era uma ameaça e o trampo de cambista foi uns ingressos que ganhei de um Alto executivo de um banco japones para um evento no MASP. Pedi um e ganhei uns dez convites, o que fiz, fiquei na bilheteria vendendo os convites. Faturei o equivalente hoje a R$150,00!!! Visitava a Livraria Belas Artes desde os 13 anos. Engraçado que logo ali tinha o Bar Riviera, o point da Rê Bordosa (alguem se lembra?). Só entrei no Riviera no seu ocaso. aos 13 anos ia nas duas Belas-Artes: livraria e cinema. Talvez pela conjunção de espaços culturais (foi nessa época que o termo surgiu), talvez pelo mero cruzamento de avenidas, talvez pelo bar em si; as tribos povoavam a região e por conseguinte a livraria. Foi lá que tive minha primeira experiência de convívio com a diversidade sexual: sapatas, homos, e outras categorias bacanais inacreditáveis! Sem crise, passantes... coloridos e brilhantes.

2 comentários:

micki disse...

Happy New Year and best wishes for your 2012~ :)

Jorge Miyashiro disse...

Hi Micky! Happy New Year to You Too!