quarta-feira, agosto 24, 2011

EXPERIÊNCIA 1.0...EXPERIENCE ONE-A


Brasileiros como todo latino gesticula enquanto fala. Pode ser um lugar comum, mas é fato que o gesto coadjuvante da fala é o reforçador da intenção do discurso. Os estudos sobre a psicologia do compotamento dizem que quando a pessoa mente, em qualquer cultura, o coadjuvante é contraditório ao veículo principal da comunicação.
Lá estou com os braços erguidos mãos cobertas pelo corpo do fantoche, a voz tronituando o texto da peça: minha verdade, a verdade dramatúrgica!
... e o gesto? Qual verdade move o fantoche?
A verdade que está ali é a verdade do meu corpo e não do corpo da dramaturgia, não é o corpo do fantoche que está sob o cruel e desmedido ataque de síncope em seu pequeno corpo. É um agressivo, saturado e falso gesto o que se ve na manipulação do fantoche.

Meu estudo esta experimentando gravar todo o texto do espetáculo SHISHI O Comilão, e com um MP3 reproduzir essa trilha sonora, buscando anular o corpo do manipulador e procurar o corpo do fantoche. Reproduzir ao mesmo tempo a voz do corpo do ator-manipulador e construir o gesto do boneco que não está realizando, existindo, acontecendo.

Dai onde encontrar uma câmara isolada, a prova de som. Separei um quarto normal, sem caixas de ovos, apenas abaixando a captação de som, cunhada colhendo amora, sobrinha batendo na porta, aquecedor do chuveiro estrondosamente alto... que tal sair com o carro e parar num lugar ermo com os vidros fechados, bem na hora da saída do colégio, com as crianças atravessando justamente o lugar ermo?! Por isso acontece tanta tragédia no mundo!?
Suado e quente, vou buscar o Felipe, tomo o ar frio...mas o que são esses pequenos sacrifícios diante da égide da Ciência????

ENGLISH:

Brazilians like every Latin person use to make gestures while speaking. It may be a cliché, but the fact is that any gesture is the supporting of speech is the intention of reinforcing the discourse. Studies on the psychology of the truth say that when the person say a lie, in any culture, supporting is contradictory to the main vehicle of communication.
I'm there with his arms raised, hands covered the body of the puppet, loud voice to the text of the play: my truth, the truth of the drama!
... and the gesture? What actually move the puppet?
The truth is, there is truth in my body but not in the body of the drama, not the body of the puppet that is under the cruel and outrageous attack of syncope in his little body. It is an aggressive gesture saturated and fake what you see in the manipulation of the puppet.

My study now is experiencing record the entire text of the show SHISHI TO Comilão, with an MP3 and through this soundtrack, seeking to annul the body of the actor and search the body of the puppet. Because do the same time the voice of the actor's body-puppeteer and build the gesture of the puppet is not performing and there, happening.

So, where to find an isolated chamber, soundproof. I set aside a regular room, without boxes of eggs glued on the walls, just lowering the sound pickup from macbook. But, the sister-in-law picking blackberries outside, niece, knocking on the door, shower heater loud bang ... the solution is leave with the car and stop at a desert place with the windows closed, pretty hot inside; just in time for children leaving the school, with children going through exactly through at desert place?! That's why this happens so much tragedy in the world!?
Sweaty and hot, I'll get the Felipe now from the school, under the risk of flu ... but what are these small sacrifices before the aegis of the Science??

Nenhum comentário: