sexta-feira, junho 17, 2011

II SEMANA DO SOBREVENTO


Quem dá primeiro, sabe como é...hahaha! Aqui voc6e sabe primeiro.
Sobrevento traz a São Paulo Teatro de Animação Contemporâneo de quatro países

O GRUPO SOBREVENTO realiza, de 25 de junho a 3 de julho, a II SEMANA INTERNACIONAL DE TEATRO DE ANIMAÇÃO DO SOBREVENTO, na cidade de São Paulo. A Mostra, que este ano tem como tema Do Boneco ao Objeto, traz à cidade espetáculos inéditos de algumas das mais importantes companhias modernas de Teatro de Animação do mundo, em uma programação GRATUITA, com o patrocínio da PETROBRAS através da Lei de Incentivo à Cultura, o apoio da FUNARTE e a parceria da SP Escola de Teatro.

A programação conta com os espetáculos ¨Zigmund Follies¨, da Cie. Philippe Genty (França); ¨Pft Fft Fft¨, do Théâtre Manarf (França); ¨Perturbações (Troubles) ¨, da Cie. Gare Centrale (Bélgica), ¨Tribulações de Virgínia (Tribulaciones de Virginia) ¨, da Cia. Hermanos Oligor (Espanha), além de ¨Um Príncipe chamado Exupéry¨, da Cia. Mútua (SC – Brasil) e ¨A Cortina da Babá¨, do Grupo Sobrevento (SP – Brasil). Além da apresentação de 18 espetáculos de seis companhias – da França, Espanha, Bélgica e Brasil – a II Semana Internacional de Teatro de Animação conta com duas Oficinas Internacionais – ministradas pelas Companhias Philippe Genty e Gare Central – seis debates sobre o processo de criação de cada companhia e duas mesas-redondas acerca do Teatro de Animação no panorama do Teatro Contemporâneo.

Além de contribuir para a formação de artistas e público, por meio da troca de experiências, da abertura dos processos de pesquisa de diferentes companhias teatrais e de debates sobre as particularidades de cada trabalho, a Mostra busca discutir as possibilidades e limitações do boneco e do objeto como centro do Teatro de Animação, apresentando diferentes pontos de vista tomados por artistas experientes que estão entre os mais renomados em suas especialidades. ¨Não queremos fazer da Semana um apanhado de espetáculos variados, mas apontar os novos e diferentes caminhos que o Teatro de Animação vem trilhando mundo afora e que o coloca na vanguarda das expressões artísticas contemporâneas¨ – diz Sandra Vargas, do Sobrevento.

Todos os espetáculos têm lugar no Espaço Sobrevento (R. Cel. Albino Bairão, 42 – São Paulo – a duas quadras do Metrô Bresser), única sala dedicada ao Teatro de Animação na cidade de São Paulo, um galpão de 400 m2 capaz de abrigar produções que um teatro tradicional não comportaria. Com uma estrutura móvel, a sala pode abrigar tanto uma pequena lona de circo, quanto uma tenda, um espetáculo intimista, uma montagem criada para o ar livre ou uma produção convencional. Pensado para se transformar constantemente, o Teatro irá surpreender o público, que encontrará um ambiente diferente a cada visita.

Consulte a programação completa no site do GRUPO SOBREVENTO – www.sobrevento.com.br.

2 comentários:

Joba Tridente disse...

Nossa, japaulista,
como está bondoso em seu comentário.
Pra onde foi a sua exigência estética e criativa?
Ou estes vídeos são muito antigos ou que vi nos últimos anos é fruto da mesma comunhão astral.
Que a Oficina seja sim-ples-men-te mais genial que espetáculo.

Jorge Miyashiro disse...

Ahhh! Acho que estou ficando velho, sentimental, com poucos amigos. Por isso fiquei meio condescendente com certas artes que antes recusava até ver. Meu elogio, se foi um elogio a execução. Sei lá se inventaram antes ou se repetem a cada ano. Um balé se elogia pela execução. Uma partitura se elogia pela interpretação da regência...Por quê, nos, os infelizes, atores bonequeiros temos que inventar a técnica?
Aliás, a oficina se foi genial eu não vi, pois levei bofetada de todo lado. Acho que vou entrar para a indústria armamentista, começando uma linha de montagem de bodoques. Quer ser meu sócio? Aceito capital de R$100!!