quinta-feira, junho 16, 2011

ARTISTAS FORAM OS PRIMEIROS HACKERS/ .........ARTISTS WERE THE FIRST HACKERS



No Facebook, José Antonio Nobre, o Carioca, iluminador, reclamou que esta dificil competir com outros colegas que trabalham com pagamento muito abaixo da tabela do SATED. Essa afronta ética é logo corrigida por uma lei de mercado que é a estabilidade entre o baixo preço do serviço e o custo real para aquele que o executa. O prestador do serviço, artista ou não pode, inicialmente, oferecer preços mais competitivos, mas com o aumento de encomendas e solicitações, será capaz de cumprir os pedidos? Se for capaz, bem conhecemos o efeito China: alguém sai perdendo na cadeia produtiva; aquele coitadinho que também topa trabalhar por mixaria.
Não sei se o consumidor final ou o público perde alguma coisa com isso, mas com certeza deixa de ganhar. A possibilidade, reitero a possibilidade de obter uma nova experiência ao assistir o espetáculo.
O meio teatral é repleto de fraudes e simulações. O teatro alimenta-se do engano, da trapaça; e maior trapaça é o público que vai ao teatro justamente para ser trapaceado. O termo "o show deve continuar" é uma frase constantemente reformulada que sob qualquer prejuízo, dano e até mesmo morte os técnicos, elenco e até mesmo com algum "sacrifício" da produção o público deve ser agraciado com a ilusão plena de que a vida é bonita e radiante.
Outro episódio aconteceu numa obscura cidade em que um grupo de teatro resolveu fazer um festival internacional. O inusitado foi que não houve nenhuma cia. convidada vindo do Exterior. Todos eram estrangeiros mas moravam no país ha muito tempo ou o único que morava no estrangeiro era brasileiro!? Todos que trabalhavam no meio perceberam a fraude, mas ninguém se dispos a fazer a revelação da real situação, por quê? Porque se o teatro é milenar, a fraude mesmo a menos artística das cenas, mesmo que o cenário não seja o mais caro, mesmo que não seja a menos engenhosa doas dramaturgias, é tudo sempre fraude.
Assim, tem quem se desmerece como artista. O artista sabe como a verdade se constrói, o artista lê a realidade e se comporta com ceticismo, evita fidelidade a conceitos, esta sempre pronto para ser desmoralizado. Artistas foram os primeiros hackers.

***********ENGLISHED***************************


On Facebook, José Antonio Nobre, Carioca, light creator, complained that is pretty hard to compete with other colleagues who work with payments below of the SATED-Artists Union's price table. This ethic affront is soon corrected by a law of the market that is balance between low price and the actual cost of service for those who run it. The service provider, artist or not, initially, could offer more competitive prices, but with the increase of orders and requests, will be able to accomplish these demands? If one can, well we know the of 3rd Country's Industry effect: someone loses in the production chain, that one poor soul who stumbles also work for peanuts.
I do not know if the consumer or the public loses something with it, but certainly no longer earn. The possibility, I reiterate the possibility of obtaining a new experience to watch one good spectacle.
The theatrical ambience is full of fraud and simulations. The theater is nourished by deception, cheating, and cheating is the largest when the audience goes to the theater just to be cheated. The term "the show must go on" is a phrase constantly recast it in any loss, damage and even death of technicians, cast and even with some "sacrifice" of producers, the public must be fully honored with the illusion that life is beautiful and radiant.
Another episode occurred in an obscure brasilian town in which a theater group decided to make an international festival. The unusual was that there was no company been invited from abroad. All were strangers but lived in Brazil long ago or the one who lived abroad was Brazilian! " Everyone who worked amid perceived the fraud, but nobody was willing to make the revelation of the real situation, why? Because if the theater is ancient, fraud even less artistic scenes, even though the scenario is not the most expensive, although not the least ingenious donate a play, everything is always fraud.
So, there who has demerits as an artist. The artist known as the truth is constructed, the artist reads the reality and behaves with skepticism, avoids loyalty concepts, is always ready to be demoralized. Artists were the first hackers.

Nenhum comentário: