domingo, janeiro 16, 2011

QUE PASÓ ACÁ!

Abertura do Férias Animadas da APRTB Foto:Artur Nauffal

... enquanto isso, Curitiba segue com umidade amena, chuvas esparsas. Com o dever de casa cumprido (lei ambiental severa no corte de árvores, controle da ocupação do solo para manter a permeabilidade, desocupação de área de mananciais e fundo de vales). Aqui houve, uma inundação monstro, na década de 80, no governo do pai do atual governador. Desde então as políticas de urbanização foram levadas com extrema SERIEDADE, de forma rigorosa, a que hoje alguns classificariam de fascistas. Pela maneira célere e contundente de agir. Graças a esse rigor e benefícios alcançados, o curitibano tem elevada autoestima em relação a outras capitais. Isso provoca um senso comum no jornalismo daqui, de que a situação é o melhor caminho; emitem comentários preconceituosos sobre catadores de lixo (Rádio Band sobre pais de catadores de lixo que permitiram o aliciamento sexual do filho menor por $10- ao que o comentarista lamentou, com que estatística(?) , fonte(?), as "milhares de famílias catadoras que permitem milhares de casos de abuso"), derrotam a Esquerda sem a menor cerimônia (o Senador Suplicy sempre ajuda os terroristas, sequestradores... sem aventar a década plúmbea de 60 e 70 ). Pode-se dizer: governabilidade tem preço, mas lembre-se- nós é que pagamos toda a conta...

FÉRIAS ANIMADAS, é um projeto da APRTB que veio da iniciativa do antigo presidente da associação JOELSON CRUZ juntamente com Tadica Veiga e Ruben Carvalho Silva (Cauê). Esse foi o primeiro grande projeto da associação, que ocorreu não sem muita polêmica, e aguerrida discussão. Mas esta sendo um sucesso e não tenho notícia de ninguem reclamando de receber um dinheirinho nesse período de janeiro parado. O projeto so ocorreu devido ao esforço célere do Cauê que, com sua personalidade arrojada, que por vezes nos incomoda, mas dessa vez aferiu benefícios a muita gente da associação. Talvez essa seja a característica curitibana de atropelar os trâmites e ritos para chegar logo ao fim. E o desconforto de todos ao redor, explosivos em revolta, esse seja comumente chamado de" paranismo", o que deveria ser a defesa de ser paranaense não passa da defesa do comodismo.

E o semestre se vai, a nova gestão ja assumiu, apos muita discussão e emails acalorados. Agora tem que mostrar serviço. Devemos correr atras do FESTIVAL ESPETACULAR DE TEATRO DE BONECOS. Principalmente porque a MÔNICA RISCHBIETER voltou gloriosa para a presidência do Teatro Guaira. Principalmente que o Edital de para captação do Mecenato Subsidiado da Fundação Cultural de Curitiba está aberto. E principalmente porque governo de Estado e Município estão se apoiando. Nãp há melhor conjunção política e astrológica para se realizar o festival esse ano. Principalmente porque não é desconhecido de ninguem os esforço da APRTB, nosso, de ter realizado o festival apesar da obstinada ausência da gestão anterior do Teatro Guaira. Dois anos realizando o festival a custo de bilheteria à preço popular. É URGENTE preparar lançar as iniciativas que realizarão o festival em julho. Preparar projetos para concorrer ao Mecenato ou ao Fundo Municipal de Cultura. Esse caminho esta provando ser o melhor e a ÚNICA FORMA DE APAZIGUAR A INCONVIVÊNCIA.

Nenhum comentário: