quinta-feira, novembro 05, 2009

ALÍVIO PARA DORES E MALES DO CORAÇÃO, MENTE E ALMA

Vão pensar que tal título é prosaico e ingênuo. Mas este é meu presente estado, vou fazer o que? Estar bem é antes de tudo ignorar, e ignorando deixo de tomar meus entorpecentes, é ou não é?

Podem perguntar porque tanta felicidade?
Não sei.
Ainda aguardo o bote da corretora exigindo a desocupação do ape, a negativa da gerente em liberar o crédito e ser obrigado a passar para outro aluguel onde haverá outra corretora, outro proprietário especulando com a necessidade básica de habitar...

ainda continuo bem...

Talvez porque ontem percebi que meu punho estava crispado(!!??), sim, e a mandíbula contraindoo os dentes. Dei umas respiradas profundas e esse foi meu remédio. Realinhei a concentração, que estava focada na guerra territorial da habitação e fiquei focado no meu filho e na minha mulher. Sem forçar, como se brincasse de duro-mole, sabe como é? Todo mundo correndo fugindo de um caçador; quando o caçador toca a vítima esse fica imóvel. Tem um salvador que quando toca a vítima, libera e volta a correr.
Concentrar é ser como o caçador do duro-mole. Toca o pensamento e mantem-no congelado. E para manter o pensamento congelado é preciso "acompanhar o salto que prescede o vôo da andorinha", é isso, é isso...

............................................................................

Estou preparando a madeira para mais uns bonecos, em breve estarei postando o processo de confecção, fotos etc.

Nenhum comentário: