segunda-feira, agosto 03, 2009

O TEMPO INTERESSANTE QUE IREMOS VIVER


Estou a duas horas da reunião da APRTB. Na Boca Maldita, Bar Triângulo. São 17:00h. e comi o melhor cachorro quente do país. Salsicha grossa, molho de pernil, cheiro verde picado no pão "bundinha", ahhhhhh, diga se não é o melhor cachorro do país!!!
O Bar Triângulo era meu point. Hoje apareço de vez em quando. Conhecia os garçons, o chapeiro e o caixa; turno da noite, claro! Agora tem essa bela loirinha e uns carinhas estranhos que não são de muita conversa. Já ajudei a traduzir menu para estrangeiros, já pedi e dei conselho, era da casa. As velhas paredes deste boteco. Agora até a casa mudou.

E por falar em mudança, sem ser alarmista... mas alarmando todo mundo: que tempo é esse heim? Além dos 15 dias de chuva, essa gripe espanhola de nome alfanumérico. Economia retraida, a gripe assassina. A mãe dessa matou 50 milhões no passado. Essa, quanto matará? 25mi? 10 mi? Economia mais retraida. Desemprego. Marcas quebrando, moedas inutilizadas, volta do escambo e por fim uma grande guerra. Só assim para frear a humanidade, não é mesmo? Em tempos auspiciosos é uma fome de lobo, para que tempos auspiciosos, então?
Fome. Luta por comida e água. Não foi assim que a 1ª Guerra começou? Só que agora a guerra é tecnológica, cirúrgica, e isso significa menos sangrenta?

Se estou deprimido? Não, não estou. Vivi o medo da bomba, da meningite, do sexo, do homem do saco, da loira da Gilette do planeta dos macacos. E não é uma H1N1 que vai botar pânico na minha cabeça.
Esse é problema, o pânico, o medo contagioso. Muito mais letal que a filha da gripe espanhola.
Assista de camarote o pânico agindo.
Semana passada um senhor de meia-idade, macho-alfa, não cumprimentou ninguém numa reunião. Talvez, finalmente, tenha alcançado o ideal curitibano, mas o fato é que ele estava com medo e contaminado e contaminando o pânico.
Assistam como é volátil a solidez desejada por 10 entre 10 integrantes da classe média.

Veja por esse lado... Agora você terá uma boa história para contar ( e a todos entediar) sobre os tempos posteriores a gripe H1N1! Serão tempos realmente de chumbo, e não aquele período que iniciou em 68, em que os piás não tinham Wii, Cartoon Network, MTV, Jonas Brothers, não podiam beber, fumar, e principalmente: faltava sexo (apesar da pílula). As meninas não liberavam geral. Pô assim qualquer um iria derrubar uns dez governos e matar vinte papas. É ou não é?
E vem os tigrões com aquele papinho, "hoje a juventude não se mobiliza... esse troço de internet não rola... Ah, ve se aprende a jogar um playstation e desopila, cara.

Mas falava sobre os tempos que virão...
Ah, será que dá tempo de jogar uma conversa na loirinha?

Um comentário:

Sergio disse...

Na velocidade do pensamento, falou aí, resposta aqui. Como disse, cada um tem o escritório que merece ou, melhor ainda, que conquistou o direito de merecer.

Até a noite, jonas brother at the whale stomach.