sexta-feira, agosto 21, 2009

CURTA METRAGEM

Curitiba!
Cidade urbanizada, racional, transporte modelo... em obras.
17:30h. homens e mulheres apertados uns contra os outros, janelas abertas para dissipar o vírus e o budum, ônibus lotado estaciona no terminal.
Lá fora uma betoneira descarrega a mistura da massa na pista, homens mergulhados até os joelhos no concreto, botas de borracha mal evitam a massa engolfando os pés!
Ao lado a loira (magérrima e com raízes-dos cabelos- negras) engenheira observa o trabalho, com um pedaço do projeto na mão, dá ordens aos trabalhadores que parecem não prestar atenção a loira que calça um belo e elegante par de botas de couro customizados.
No ônibus os passageiros assistem àquela cena banal, mas alguém pergunta: desse pessoal de botas quem você acha que dá mais duro? silêncio. Outro alguém responde: assim olhando, não posso dizer...
Vai não tá vendo quem dá mais duro? Então o outro alguém desiste: Vai o povo que tá com a massa nos pés!
Mas como ce diz uma coisa dessa sem conhecer o marido da loira?
Moral...
"Que jamais se diga que uma loira não dá duro, sem antes conhecer sua família."

Buuuuuuuuuuuuuuuu! Vaias no Festival de Gramado!

Um comentário:

turrar disse...

mto legal o post, parabéns!

www.turrar.blogspot.com