domingo, julho 19, 2009

CERRAM-SE AS CORTINAS, É O FIM DO FESTIVAL

Por esse título dúbio, espero que o fim seja restrito ao encerramento desta edição do festival espetacular de teatro de bonecos, que a diretoria administrativa imputa à crise mundial sua não execução. Argumentando irresponsabilidade caso atendesse ao calendário de atrações julinas. Entretanto, os associados da APRTB , demonstraram a exequibilidade do dito festival, desmontando a lógica de tempos críticos.

Pessoalmente tendo "investido"no festival rebelde, foi um festival muito bonito. Fizemos nosso papel de atuar e o público de assistir. Com uma divulgação emergencial do amigo Sérgio Del Giorno que bombardeou as mídias incansavelmente, aliás como sempre fez, sem cobrar o pagamento pela assessoria de imprensa (jornalista que é), jamais reconhecido, sempre disposto; o público esteve presente expressando perplexidade, indignação como nunca antes visto, participando do abaixo-assinado e posicionando ao lado dos artistas.

Publiquei a série dos arianos no Entrevista Interessante. O Sérgio e o Luiz André. Dois filhos de Marte, um que inicia a carreira e o outro veterano.
Registrei os herdeiros da arte. O Lucas Mattana e Pedro Kobachuk. Espero ainda falar com o Bernardo Kobachuk que estréia peça nova na terça-feira, 21/07 no Dr. Botica e Bernardo Grillo meu irmão luvístico. Todos esses vou concentrar nos 10 minutos que o youtube permite para postar. Mas espero que seja uma entrevista densa, claro, e reveladora da verdadeira "nova geração".

Entrevistei tbém o Manoel Kobachuk que não queria falar devido a carregada agenda. Mas essas entrevistas não são interessantes porque o alvo fica sentado medindo as palavras. Todos foram pegos de surpresa! e o diretor do Surpresa não poderia ser mais surpreendido. colhi o material no caminho do Ateliê até o shopping onde fica o Teatro Dr. Botica. Com toda a interferência da rua. Manoel sendo provocado e falando despregadamente... um evento!

Tudo isso para deixar vcs,meus amados amigos, com a boca desatada de baba.
Terão de esperar que o tempo, a agenda da minha esposa e o Felipe (e seu penico, almoço, janta, lanche, leitinhos batidos e brincadeiras necessárias...) permitam que eu faça a edição e a publicação.

Ops... tenho que lavar um penico!
Até mais

2 comentários:

Paulo Carvalho disse...

O meu amigo estou sentindo falta dos seus artigos, a propósito parabéns pela união e exemplo durante o festival.

Jorge Miyashiro disse...

é que estou dando um tempinho e refrescando a cuca com a opinião dos colegas.
Mas já estou preparando um texto, logo, loguinho!
Um forte abraço