sexta-feira, julho 04, 2008

PARA O ALTO E ALÉM

Família é o maior repositório de segredos do mundo.
Nem serviço secreto é capaz de produzir material secreto como.
E, assim como o serviço secreto, a família, revela seus segredos com o tempo.
Eu, assim como a população do país, claro, sou o último a saber.
O último a saber que uma irmã pôs silicone no seio ( por que deveria saber isso ?), o último a saber que minha falecida mãe virou missivista do além.

Depois de morta, minha exigente mãe passou a freqüentar algumas sessões espíritas. Mandou até uma carta psicografada, já que não pusemos no caixão dinheiro para despesas como Sedex! É a decadência dos valores ancestrais...
Na carta diz que está tudo bem, morreu, fazer o quê! Melhor se conformar. Disse que mudou sua forma de pensar. Que os valores terrestres de nada valem no mundo espiritual. Isso!
Arrumou um trabalho! Minha mãe está trampando no além! ]
Talvez isso explique que devido sua nova ocupação não nos concede uma aparição.
Os espíritos quando tem alguma pendência pessoal costumam, não sei o termo correto, se ligar àlgumas pessoas. O que provoca sonhos, estados depressivos, tristeza e até alucinações.
Essa característica é da minha mãe. Quando os filhos não precisavam dela ela permitia que se fossem. Não sufocava. Mas se ainda tinha alguma dependência...

Já que o papo é other side affairs, alguém falou que o fato de viver é a necessidade de desenvolver. Estamos aqui para aprender. Viver é uma escola para a vida real que não é aqui. Então tudo do que se faz aqui tem a função de passar ou repetir de ano... É o que dizem. Claro que as mesmas pessoas vão dizer que viver e dispender seu tempo nos bancos escolares é muito importante e lero-lero-lero-lero...

Enfim.

Medito sobre o que os curitibanos estão fazendo aqui no planeta.
Sem nenhum senso coletivo, vivem no seu egoísmo impunemente!
Querem passagem em lugar lotado de gente? Empurra! Esbarra! Joga carrinho de supermercado, joga o carro sobre outro, sobre as pessoas.
A fila está longa? Toma o lugar de algum distraído como eu, que fica mudo de tão pasmo!
E quando estão errados sabendo que estão errados, fixam um olhar míope, translúcido em algum ponto. É incrível! Eles são branquinhos e o sangue reflui rápido e fica evidente na pele. Ficam pálidos e o olhar torna-se opaco!!!

Então tá. O curitibano quando renasce como curitibano nessa cidade planejada, com o melhor transporte público do país. Custo de vida moderado. Poluição abaixo da média das capitais etc. O que esse hominídio está fazendo nesta colônia de férias terrestre?

TEORIA 01: O curitibano foi um torturado, talvez pela língua, sofreu algum tipo de violência na língua, não é preciso entrar em detalhes. Daí a dificuldade de expressar as gentilezas da língua como obrigado, por favor e com licença.
Conclusão: Curitibanos estão errados!

TEORIA 02: A vida é assim mesmo. Brutal. Se Deus em sua infinita sabedoria não está nem aí em ceifar a vida de milhões de inocentes. Qual o valor de uma gentileza ? O que é lei para o homem nem sempre é lei para Deus!
Conclusão: Eu estou errado!

TEORIA 03: O curitibano se acha um deus!
Conclusão: Não sei de mais nada...

Nenhum comentário: